>
POR: 69,00

COMPRAR

NUTRIÇÃO

LONGUE VIE

MAGNUM PLUS COM VITAMINA D3 EM CÁPSULAS - AKMOS

MAGNUM PLUS COM VITAMINA D3 EM CÁPSULAS - AKMOS

AKMOS  | 

MAGNUM PLUS COM VITAMINA D3 EM CÁPSULAS - AKMOS

MAGNUM PLUS COM VITAMINA D3 EM CÁPSULAS - AKMOS O Magnum Plus é um suplemento mineral a base de calcário dolomítico, atribuído pelo nome comercial de dolomita. 100% natural foi descoberta nos Alpes Italianos pelo geólogo francês Deodat Dolomieu em (1750-1801), daí o nome “DOLOMITA”. O uso desses min

2 anos  | 

10 Dias

mais informações

MAGNUM PLUS COM VITAMINA D3 EM CÁPSULAS - AKMOS

AKMOS  | 

MAGNUM PLUS COM VITAMINA D3 EM CÁPSULAS - AKMOS

MAGNUM PLUS COM VITAMINA D3 EM CÁPSULAS - AKMOS O Magnum Plus é um suplemento mineral a base de calcário dolomítico, atribuído pelo nome comercial de dolomita. 100% natural foi descoberta nos Alpes Italianos pelo geólogo francês Deodat Dolomieu em (1750-1801), daí o nome “DOLOMITA”. O uso desses min

2 anos  | 

10 Dias

mais informações

As combinações acima não possuem estoque.

por: R$ 69,00

Quantidade

+

-

COMPRAR

Ver outras formas de pagamento e parcelamento

Frete e prazo

Frete e prazo

calcular

Não sei meu cep

Descrição do Produto

MAGNUM PLUS COM VITAMINA D3 EM CÁPSULAS - AKMOS

O Magnum Plus é um suplemento mineral a base de calcário dolomítico, atribuído pelo nome comercial de dolomita. 100% natural foi descoberta nos Alpes Italianos pelo geólogo francês Deodat Dolomieu em (1750-1801), daí o nome “DOLOMITA”. O uso desses minerais é recomendado, na Europa e EUA tanto para funções de calcificação dos ossos e dentes como na transmissão neural e muscular.

É registrada no Ministério da Saúde como Alimento Funcional e Nutricional. A dolomita não é remédio é muito mais que isso, é o único mineral composto com um alto grau de pureza, livres de metais pesados. Sua função é fortalecer o sistema imunológico e normalizar o metabolismo. É por isso que ela se torna muito mais importante que os remédios.

A dolomita é extraída de rochas de origem calcária, e é composta principalmente de carbonato de cálcio (54%) e carbonato de magnésio (36%), sendo a combinação perfeita da natureza e está na proporção exata que favorece a absorção e fixação do cálcio nos ossos e descalcificando as articulações e artérias e magnésio ativando mais de 326 sistemas enzimáticos do corpo humano, elementos fundamentais para o organismo.

O cálcio participa na formação dos dentes, ossos, cartilagens e manutenção do tônus de todos os tecidos musculares, transmitem impulsos nervosos e permite o crescimento e desenvolvimento normal do ser humano. O magnésio contribui na regularização dos níveis de cálcio no organismo, fortalecendo nervos e músculos. Destaca-se a importância para o trabalho e desenvolvimento muscular. Participa ativamente no mecanismo do potencial de ação dos músculos. Os músculos contraem com cálcio e relaxam com magnésio. Foi constatado em pesquisas feitas em academias e equipes de ginástica olímpica, o aumento de até 30% da elasticidade muscular com o uso de Dolomita durante o período de um ano. Combate à fadiga muscular e é benéfico em casos de rigidez muscular.

Pesquisas realizadas no Instituto Weismann, de Israel, com um calcário dolomítico brasileiro comprovaram a presença de calcitriol, hormônio que fixa o cálcio nos ossos e atua em mais de 30 tecidos, produzindo aumento de trabéculas de medula vermelha e de massa óssea nos frangos que receberam suplemento do produto na ração, aumento da calcificação da matriz inorgânica, da flexibilidade e maleabilidade da matriz orgânica; redução dos sintomas e dor na osteoporose; estímulo do crescimento infantil com vantagens sobre o leite de vaca.

O suplemento via oral, em média de 3g por dia, pode ser usado como terapia complementar para tendência à desmineralização óssea, cardiopatias, hipertensão, diabetes, distúrbios gastrointestinais, gastralgias, diarréia, câimbras, tendinite, dores musculares e articulares, fibromialgia, DORT (Distúrbio Osteo-Muscular Relacionado ao Trabalho – ou LER (Lesões por Esforço Repetitivo), luxações recidivantes, bursite, processos inflamatórios, baixa imunidade, TPM (tensão pré-menstrual), cólica menstrual, metrorragia, espasmos brônquicos, queimaduras, úlceras de perna, e sempre que for necessária a regeneração tecidual. O Cálcio da Dolomita é melhor que o Cálcio de Ostras pois pessoas alérgicas a peixes e crustáceos podem consumir normalmente.

Para potencializar o efeito da dolomita, ela deve estar associada a outras terapias naturais, como a fitoterapia, hidroterapia e dietas especiais. Mas, outro fator importante é a junção da dolomita com a vitamina D, pois esta vitamina maximiza a absorção e a utilização do mineral cálcio pelo organismo. A vitamina D (ou calciferol) é uma vitamina que promove a absorção de cálcio (após a exposição à luz solar), essencial para o desenvolvimento normal dos ossos e dentes, atua também, como recentemente descoberto, no sistema imunológico, no coração, no cérebro e na secreção de insulina pelo pâncreas. Funcionalmente, a vitamina D atua como um hormônio que mantém as concentrações de cálcio e fósforo no sangue através do aumento ou diminuição da absorção desses minerais no intestino delgado. Além da importância na manutenção dos níveis do cálcio no sangue e na saúde dos ossos, a vitamina D tem um papel muito importante na maioria das funções metabólicas e também nas funções musculares, cardíacas e neurológicas. A deficiência da vitamina D pode precipitar e aumentar a osteoporose em adultos e causar raquitismo, uma avitaminose, em crianças.

Indicação

Problemas gastrointestinais: acidez, azia, diarreia, dor estomacal, flatulência (gases), gastrites, intoxicação alimentar, má digestão, enjoo na gravidez, úlceras gástricas, hemorróidas, fissuras;

Problemas bucais: mau hálito (após escovação, mastigar o pó de três cápsulas, de dez a vinte minutos), limpeza bucal (adicionar dolomita, ao creme dental);

Problemas dermatológicos: queda de cabelos, queimaduras (fazer cataplasma, com dolomita e água), unhas quebradiças, doenças crônicas de pele, psoríase, alergias, eczemas, erisipela;

Problemas cardíacos: desordens do sistema cardiovascular, trombose, pressão alta;

Problemas ósseos: artrite, artrose, processos inflamatórios, tremores, osteoporoses, bursite, reumatismo, gota;

Infecções: amigdalite, gripe, renite, sinusite, dor de garganta, herpes, tendinite, colite; Problemas ginecológicos: cólicas menstruais, miomas;

Problemas neurológicos: dor de cabeça, enxaqueca, perda de memória, insônia;

Problemas motores: DORT (doenças ocupacionais por repetição no trabalho);

Problemas psicológicos: stress, cansaço físico e mental, déficit de atenção, hiperatividade, nervosismo, irritabilidade;

Suplementação: cálcio, magnésio e vitamina D3.

Reações adversas

Não há relatos até o momento, nas literaturas pesquisadas.

Contra-indicações

Não há contra indicações até o momento nas literaturas pesquisadas, mas é sempre aconselhável consultar um profissional habilitado para prescrição.

Modo de usar

Ingerir 2 (duas) cápsulas após o almoço. Não exceder a porção diária recomendada.

Compatibilidades e farmacotécnica

Não há relatos até o momento, nas literaturas pesquisadas.

Incompatibilidades

Não há relatos até o momento, nas literaturas pesquisadas.

Toxicidade e mutagenicidade

Não há relatos até o momento, nas literaturas pesquisadas.

Conservação

Armazenar o produto em temperatura entre 15°C a 30°C e em local escuro, ventilado e seco.

 

Seja um revendedor autorizado Cadastre-se e faça revenda com excelente retorno e uma carreira brilhante: https://mmn2.ak-backoffice.com.br/cadastro?id=582679#campo_dados_pessoais e saiba mais 31.98511.8000 Valdir Eustáquio Gomes

 

PRODUTOS RELACIONADOS

Produtos Relacionados